QC Saúde
Açúcar de coco

Açúcar de coco: fique por dentro de tudo sobre essa iguaria culinária

Há diferentes versões de açúcares no mercado, tais como o mascavo, demerara, o refinado e, ainda por cima, açúcar de coco. Este último é um dos mais saudáveis, feito a partir da seiva encontrada dentro do pé de coqueiro.

Para obter este açúcar, é preciso fazer um corte na flor do coqueiro, obtendo, assim, a seiva líquida. Agora, para que o açúcar seja produzido, é necessário que a seiva passe por um processo de aquecimento de desidratação, resultando em cristais usados para adoçar bebidas, alimentos e afins.

Comparado com açúcar branco, o oriundo do coco segue na frente em questões de nutrientes e vitaminas. Por conta disso, produzimos este conteúdo exclusivo com tudo sobre essa iguaria culinária.

Acompanhe a partir dos demais tópicos deste artigo e surpreenda-se.

Benefícios, calorias e formas de consumir

A iguaria é retirada diretamente do coqueiro, não do coco, por isso é importante ter esse ponto de vista em mente. Sendo assim, o que muda é a composição nutricional com base ao fruto.

O coco, por sua vez, é rico em gorduras boas, mas em sua maioria ácidos graxos de cadeia média, gorduras benéficas para o organismo e que se transmutam em energia direta.

Por conta disso, o açúcar de coco, infelizmente, não contém quantidades significativas deste nutriente, uma vez que é extraído do coqueiro e não relativamente da fruta.

Ademais, o açúcar de coco possui quantidades relativas de vitaminas do complexo B, tais como:

  • Vitamina B1 (tiamina);
  • Vitamina B2 (riboflavina);
  • Vitamina B3 (niacina);
  • Vitamina B6 (pirodoxina).

Ainda assim, a iguaria também conta a presença de mineiras, como magnésio, zinco, potássio e ferro.

É válido ressaltar que a recomendação de consumo do açúcar de coco é devidamente baixa, pois ele não pode ser considerado como uma fonte dos alimentos que devem ser priorizados na alimentação.

Açúcar de coco

Assim como o açúcar branco, o açúcar de coco deve ser consumido no equivalente a 10% da dieta alimentar de uma pessoa.

A grande vantagem do açúcar de coco, entretanto, é a fibra inulina. É ela quem diminui o nível glicêmico deste alimento, já que faz com que os carboidratos sejam amplamente absorvidos de maneira mais lenta pelo corpo humano. Além do mais, ela é considerada uma fibra prebiótica, que auxilia na manutenção e crescimento da flora do intestino.

Vantagens do açúcar de coco

O açúcar de coco possui um grande diferencial acerca dos demais tipos, pois possui baixo índice glicêmico. O índice glicêmico é que vai determinar a velocidade que o carboidrato de qualquer alimento entra na corrente sanguínea.

Quanto maior for o índice glicêmico, mais picos de insulina serão gerados no organismo. Neste caso, o fator é resultante diretamente no acúmulo de gordura e aumento de apetite.

Sendo assim, substituir o açúcar branco pelo de coco pode ser vantajoso para os seguintes grupos de pessoas:

Pessoas que querem emagrecer:

Quando a glicose é absorvida rapidamente pelo organismo, a sua energia não é usada por completa, fator que aumenta o estoque de energia, resultando em sobrepeso.

Neste sentido, tanto o abdômen quanto as demais regiões do corpo começam a crescer, justamente por conta do acúmulo de gordura. Por isso, consumir alimentos com baixo índice glicêmico pode ajudar a reduzir esse tipo de complicação, uma vez que a energia oriunda dos alimentos é mais bem distribuída e aproveitada.

Pré-diabéticos:

Este tipo de diabetes é uma condição em que o corpo se torna resistente à presença de insulina – hormônio que coloca o açúcar para dentro das células. Assim sendo, são necessárias quantidades maiores de insulina para absorver o açúcar.

Se a condição não for tratada, ela pode evoluir para a diabetes tipo 2. Dessa maneira, alimentos em que a glicose é absorvida mais lentamente devem ser priorizados, inclusive o açúcar de coco.

Ainda assim, esses alimentos podem reverter o quadro, pois as reservas menores de açúcar fazem com o pâncreas não se sobrecarregue durante a produção de insulina, o suficiente para absorvê-las.

Todavia, é válido lembrar que o açúcar, mesmo sendo de coco, sempre é uma fonte extra de glicose durante as refeições, portanto, ele sempre deve ser ingerido com moderação.

Açúcar de coco x Açúcar mascavo

O açúcar mascavo, bem como o açúcar de coco, passa por um processo mínimo de adição química, por isso contém mais nutriente e vitaminas que o açúcar refinado.

Sobretudo, o açúcar de coco tem um poder de adoçar maior que o mascavo, sendo mais agradável ao paladar, algo muito parecido como açúcar refinado. Este evita o consumo excessivo de açúcar nas bebidas e demais preparações culinárias.

Açúcar de coco x Açúcar refinado

Ao comparar o açúcar refinado com o açúcar de coco, destaca-se a quantidade de vitaminas e minerais contidos na versão extraída do coqueiro, já que o procedimento de refino retrai a maior parte dos nutrientes dos grãos cristalizados.

Além do mais, o índice glicêmico do açúcar de coco é considerado baixo, o que lhe confere mais propriedades vantajosas ao organismo.

Deste modo, o açúcar de coco é um alimento minimamente processado, ao contrário do açúcar refinado branco, que passa por uma série de processos químicos e prejudiciais à saúde.

Quantidade recomendada

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que o consumo de açúcares de adição seja limitado a 10% das calorias consumidas na rotina diária. Sendo assim, uma pessoa que consome 2 mil calorias por dia deve consumir 25 gramas de açúcar de coco, simplificando, 6 colheres de chá ou uma colher e meia de sopa rasa.

Como consumir o açúcar de coco

O açúcar de coco possui um sabor peculiar de açúcar queimado, levando em consideração seu sabor acentuado. O item pode ser acrescido a bebidas escuras, uma vez que nas claras pode mudar o aspecto, o deixando amarronzado.

Além do mais, o açúcar de coco pode ser adicionado em preparações quentes, como bolos, biscoitos e tortas.

Contraindicações

Embora o açúcar de coco tenha índice glicêmico menor que os demais de sua classe, nenhum tipo de açúcar de adição é recomendado para quem tem diabetes, somente situações de pré-diabéticos, assim como foi mencionado há pouco.

Além disso, indivíduos com triglicérides elevados devem tomar cuidado ao utilizar o açúcar de coco, especialmente em relação à quantidade, pois o consumo indiscriminado de carboidratos influencia no acúmulo de gordura.

O QC Saúde tem caráter totalmente informativo, não recomendamos que você faça nenhum tipo de procedimento ou uso de medicação sem antes consultar um médico especialista.

Nosso objetivo é publicar conteúdo de qualidade de forma simplificada, clique aqui e confira nossas fontes.

Deixe seu comentário