QC Saúde
Açúcar Mascavo

Açúcar Mascavo: O que é? é melhor que o branco? Confira todos os benefícios

A maior parte da população sabe que o açúcar refinado é um dos maiores vilões da sociedade moderna e deve ser evitado a todo custo. Entretanto, eliminá-lo por completo é uma pratica quase impossível, pois nos acostumamos com o sabor doce desde pequenos.

Por conta disso, resistir ao açúcar é algo quase impossível. Ademias, para reduzir os efeitos negativos do açúcar, há o tipo mascavo, disponível no mercado.

A grande vantagem do açúcar mascavo é que ele não passa pelo refinamento, processo que retira todos os nutrientes da cana de açúcar. Sendo assim, ele é menos prejudicial, doce e possui preço semelhante ao açúcar comum.

Por conta disso, produzimos este conteúdo especial sobre tudo o que você precisa saber do açúcar mascavo. Confira todos os detalhes a partir dos próximos tópicos deste artigo.

O que é o açúcar mascavo?

O açúcar mascavo possui cor amarronzada e dourada, característica bruta do açúcar, pois o mesmo não passa por processo químico de refinamento e, assim, mantém boa parte de seus nutrientes.

Ele conserva o melaço da cana, por isso tem sabor mais forte que o açúcar convencional, com gosto muito próximo ao da cana propriamente dita. Geralmente, o açúcar mascavo é utilizado em muitas iguarias e, em uma dieta, ele funciona como uma ponte para quem deseja ser independente do açúcar refinado.

Açúcar Mascavo

Ele é melhor que o branco?

Em suma, o açúcar do tipo mascavo é sim melhor que o refinado. Isso porque o açúcar comum passa por um longo processo químico e, para ficar com aquele aspecto branco, perde cerca de 90% de seus nutrientes.

Sendo assim, a grande vantagem do açúcar refinado é o sabor e coloração agradável, porém o mesmo é tido como um alimento de calorias vazias, ou seja, não faz bem.

Como o açúcar mascavo não passa por esse processo, ele conserva mais das características da cana-de-açúcar, preservando boa parte do sabor e nutrientes.

Para ter uma breve ideia, em 100 gramas do açúcar mascavo, há 85 mg de cálcio, 29 mg de magnésio, bem como 22 mg de fósforo e 346 mg de potássio.

Em contrapartida, a mesma quantia de açúcar refinado conserva apenas  2 miligramas desses mesmos nutrientes. Ademais, cabe ressaltar que, mesmo no mascavo, esses são números muito pobres.

Ou seja, mesmo sendo do tipo mascavo, ele não deixa de ser açúcar e deve ser consumido com cautela.

Vantagens do açúcar mascavo?

A partir do momento que o açúcar mascavo é menos industrializado que o refinado e por manter boa parcela de suas propriedades nutricionais, ele proporciona algumas vantagens interessantes para quem o consome.

Confira os principais benéficos do tipo mascavo:

Ele é menos calórico do que o açúcar de caráter refinado, apesar de que essa não seja uma diferença tão importante como parece ser. Neste sentido, uma quantidade de 100 gramas de açúcar mascavo contém aproximadamente 375 calorias. Já o açúcar do tipo refinado possui cerca de 400 calorias.

Portanto, a diferença não é tão significativa quanto parece, não é mesmo?

Embora possua alguns poucos nutrientes presentes no mascavo, ele ainda conta com uma série de antioxidantes, que protegem as células do ataque de radicais livres.

Os radicais livres, por sua vez, são inimigos das células do nosso organismo por colaborarem para o envelhecimento precoce delas e serem responsáveis também pelo desenvolvimento de diversas implicações.

Ademais, o açúcar mascavo é mais digerível e fácil de ser assimilado no sangue, podendo ser usado em preparações culinárias, como rapadura e Kefir.

Diferença entre demerara e mascavo

O açúcar demerara é um dos tipos mais caros de açúcar, podendo ser considerado a versão intermediária entre o mascavo e açúcar refinado comum. Ele possui cor marrom-clara, pois passa por um processo bem leve de refinamento, uma vez que não recebe aditivos químicos pesados.

Por essa razão, é uma opção melhor do que o refinado, porém mais prejudicial do que o mascavo. O mascavo é como se fosse um açúcar mais cru, com pouco aditivo químico e assim, mais natural que os demais.

Como consumir açúcar mascavo

A Associação Americana do Coração, recomenda que homens devem consumir cerca de 150 calorias por dia do açúcar mascavo, enquanto as mulheres podem ingerir no máximo 100 calorias.

No ano de 2015, a OMS (Organização Mundial da Saúde) mostrou que a quantidade máxima de ingestão de açúcar não deve ultrapassar 5% do total da dieta, o que representa 25 gramas do granulado por dia.

Na prática, o número equivale a apenas seis colheres de chá ou um pouco menos do que duas colheres de sopa do produto.

Ainda assim, o principal cuidado que precisa ser levado em consideração é em relação à ingestão de açúcar, que está atrelado ao consumo de produtos industrializados, como os perigosos refrigerantes.

Por exemplo, uma latinha de 350 ml chega a ter quase 40 gramas de açúcar. Por esse motivo, é imprescindível que se corte da rotina alimentar esses itens que prejudicam a saúde, incluindo bolos, chocolates, doces e guloseimas no geral.

Como usar o açúcar mascavo?

Esse tipo de açúcar pode ser usado para adoçar qualquer alimento ou receita em que o açúcar branco era comumente utilizado. É comum, ainda, que o mascavo faça parte da composição de barras de cereais, rapaduras, dentre outras receitas peculiares.

Para quem deseja trocar o refinado pelo mascavo, uma dica é realizar a troca gradativamente, ou seja, para acostumar o paladar. Recomenda-se começar inserindo o item no preparo de sucos, café, chá e outras bebidas.

É como se fosse uma reabilitação do açúcar. No fim da dieta, o praticante vai perceber que conseguiu abandonar o açúcar branco sem grandes dificuldades, garantindo mais saúde e qualidade de vida.

Diabéticos podem consumir?

Em geral, o açúcar é responsável por aumentar o índice de glicose no sangue e, dessa forma, causar hiperglicemia. Por este motivo, o consumo deve ser feito de forma moderada por quem sofre com diabetes.

O mascavo, por sua vez, conta com menos carboidratos do que o refinado, mas a diferença não é tão determinante quanto parece. Portanto, os mesmos cuidados com o açúcar branco devem ser tomados com o mascavo.

Mas, isso vai depender de cada pessoa, pois a quantidade máxima varia de acordo com o peso corporal. Neste sentido, recomenda-se contatar um médico ou nutricionista especialista no assunto para, assim, tomar a melhor decisão e contar com alternativas adocicadas, mas ao mesmo tempo saudáveis.

O QC Saúde tem caráter totalmente informativo, não recomendamos que você faça nenhum tipo de procedimento ou uso de medicação sem antes consultar um médico especialista.

Nosso objetivo é publicar conteúdo de qualidade de forma simplificada, clique aqui e confira nossas fontes.

Deixe seu comentário