QC Saúde
cha de babosa

Chá de Babosa: receita e como fazer

Você já experimentou o chá de babosa? Tratamentos alternativos e complementos para os tratamentos médicos são constantemente buscados. Neste cenário, muitas plantas são utilizadas para o preparo de chás, para os mais variados objetivos, principalmente para a saúde. No caso da babosa, seu chá pode ser benéfico para o organismo e também no que diz respeito à estética. No decorrer deste texto, você obterá mais informações sobre o preparo dessa bebida e todas as vantagens que pode reunir para a sua vida!

Como preparar chá de babosa?

Tome cuidado para não ingerir de forma exagerada o chá, pois assim como qualquer coisa consumida exageradamente, complicações podem surgir, como a diarreia e acidez. É válido observar que não é uma bebida indicada para gestantes, nesse caso, não se esqueça de redobrar os cuidados e contar sempre com uma orientação médica. Tome de forma cuidadosa e moderada para usufruir de seus benefícios. Para fazer o chá de babosa, serão necessários os seguintes itens:

Ingredientes do chá de babosa

  • 250 ml de água
  • 1 folha de babosa

Opcionais

– Limão
– Gengibre
– Mel
– Laranja

Modo de preparo chá de babosa

A forma usualmente recomendada do chá é feito com a seiva de uma folha de babosa misturada com 250 ml de água. Depois, basta ferver. A partir deste ponto, os ingredientes utilizados são opcionais. É possível acrescentar 1/2 limão (suco), suco de laranja ou 1 colher de raspas de gengibre após ferver. Muitas pessoas acham a bebida com um sabor um pouco amargo ou sem sabor algum, dessa forma, caso queira melhorar um pouco o gosto, é possível adoçar a gosto da forma que preferir usando ou não o mel.

cha de babosa

Benefícios do chá de babosa

A grande fama da Aloe Vera é devido a tantos benefícios que suas propriedades proporcionam, neste tópico, você conhecerá mais acerca de cada um deles. Quando tomado de forma cautelosa e bem preparado, o chá de babosa pode se tornar um verdadeiro aliado da sua saúde! Entre tantos benefícios, veja a seguir quais se destacam:

Contribui com o sistema imunológico: o chá de babosa reúne propriedades imunoestimulantes, o que é favorável para fortalecer o sistema imunológico como um todo. É importante ressaltar que quando a imunidade é comprometida, as pessoas ficam mais vulneráveis a inflamações, entre outros processos causados por vírus e bactérias;

Antioxidante: a seiva da babosa, utilizada para o preparo do chá, contém antioxidantes, o que é fundamental para exercer um maior controle sob os radicais livres, um dos principais vilões quando se trata de envelhecimento cutâneo precoce;

Inflamações: além das propriedades anti-inflamatórias, aponta-se que bebidas elaboradas com o uso da seiva da planta, podem ser favoráveis para amenizar dores musculares, febres e enxaquecas;

Desintoxicação: um maior estímulo dos rins e do fígado é promovido por meio de propriedades presentes na seiva da babosa. É importante lembrar que são órgãos importantes para a desintoxicação do organismo.

Essas são as vantagens principais atreladas ao consumo do chá da babosa, porém, outras podem ser alcançadas por meio do uso de cosméticos, sucos e compressas que tenham suas propriedades. Principalmente quando se leva em consideração sua ação cicatrizante, nutritiva e hidratante.

Outras maneiras de utilizar a babosa

Há muito tempo as plantas são utilizadas para fins medicinais, como a camomila, babosa e o boldo. Afinal, servem como uma forma de complementar diversos tipos de tratamentos. Levando em consideração este contexto, é interessante observar que ao longo dos anos diversas formas de uso da babosa, especialmente Aloe Vera, foram desenvolvidas.

Além do chá apresentado anteriormente nesse texto, existem outras opções de uso, como para a cicatrização de feridas, compressas para amenizar a febre, alívio e tratamento inicial de queimaduras, redução da coceira e dor em casos de hemorroidas e como biofertilizante, já que as lavouras requerem inúmeros cuidados, neste caso, aponta-se que a babosa também tem uma ação importante como biofertilizante, contribuindo para a proteção das plantas e na nutrição,

Onde adquirir chá de babosa?

Com tantas propriedades benéficas para a saúde, diversos produtos podem ser encontrados em lojas de produtos naturais, como o suco, o sumo, cápsulas, entre muitos outros. De qualquer forma, é essencial buscar sempre por lojas de confiança e adquirir a Aloe Vera mais pura o possível.

No entanto, para o preparo do chá, caso prefira, é possível adquirir as folhas de babosa, para realizar a extração manual da seiva. Para isso, é de extrema importância estar com as mãos bem higienizadas e a folha lavada adequadamente, basta retirar os espinhos e cortá-la ao meio, retirando com uma colher o seu gel.

É possível cultivar babosa em casa?

Apesar de ser muito utilizada para fins estéticos e de saúde, a babosa também é uma planta muito utilizada em decorações ou para ajudar na purificação do ar.  Existem muitas espécies de babosa, a que gera mais interesse comercial e consequentemente de cultivo, é a Aloe Vera.

De qualquer maneira, o desejo por ter essa planta em casa pode surgir. Saiba que é possível cultivá-la em vasos amplos ou no jardim, porém, é indispensável ser cauteloso em relação ao solo e condições de temperatura.

Em relação ao solo, é importante que seja permeável, bem drenado e fofo, afinal, o excesso de água pode levar ao apodrecimento das raízes e folhas. Por essa razão, é importante que seja bem drenado e que ocorra cautela para regar. A babosa é uma planta que não necessita exageradamente de água, é recomendado regar a cada 15 dicas com pouca água ou pulverizar uma vez por semana com água pura.

Evite cultivar a planta em um local que tenha chuva direta, por mais que seja resistente a altas variações de temperatura, seu desenvolvimento mais saudável ocorre em ambientes quentes, com boa luz natural, porém, sem contato constante com a água.

Conforme foi visto ao longo deste texto, uma das formas de aproveitar os benefícios que a babosa oferece, é por meio do consumo do chá preparado com a seiva da planta como ingrediente principal. Existem contraindicações para gestantes e pessoas que estão amamentando, por essa razão, é muito importante contar sempre com orientações médicas e não se esquecer de realizar consultas regulares.

Deixe seu comentário