QC Saúde
Chá verde

Chá verde: veja tudo sobre a maravilha – Emagrecer mesmo? É bom pra saúde? Saiba!

Originário da herbívora Camellia sinensis, planta que dá vida a outros chás, tais como o chá branco e o chá preto, o chá verde é obtido após ter as folhas postas sob vapor e, posteriormente, secas. Sendo assim, o mesmo apresenta propriedades emagrecedoras e energéticas.

Dessa maneira, o chá verde previne a oxidação dos ingredientes e preservam-se os nutrientes. Entre as variáveis da erva, esse é o chá mais conhecido no Brasil e no mundo, sendo alvo de inúmeras pesquisas no âmbito científico.

Benefícios do chá verde

O chá verde é altamente rico em flavonoides conhecidos como catequinas. A substância possui fitoquímicos responsáveis pela Mario parcela das propriedades benéficas à saúde.

Em suma, o chá também é rico em cafeína, porém a quantidade pode variar entre 10 a 86mg, dependendo da folha. Deste modo, recomenda-se beber no máximo quatro xícaras por dia, ou 600 ml.

Chá verde

Acelera o metabolismo

Assim como foi dito acima, o chá verde atua como um efeito termogênico, porém de caráter natural. De acordo com um estudo publicado pelo jornal cientifico Obesity Reviews, os polifenois do chá evitam a ação de uma enzima, dessa maneira, agindo junto com a cafeína e aumentando a ação de termogênese e a oxidação do acúmulo de gordura.

O primeiro procedimento faz com que o metabolismo aja mais rapidamente, o que detona mais energia do corpo, inviabilizando a transformação da mesma em gordura e se armazene.

Ajuda na quebra do acúmulo de gordura

Pesquisas constataram que uma das catequinas presentes na bebida, conhecida como epigalocatequina galato – EGCG é capaz de estimular diferentes enzimas responsáveis pelo controle do metabolismo das gorduras.

Sendo assim, elas são quebradas, o que gera o efeito emagrecedor do chá. Na verdade, o organismo utiliza essas células gordurosas como fonte principal de energia. Deste modo, quando atrelado a uma boa dieta e rotina de exercícios físicos, o chá verde proporciona o emagrecimento saudável e rápido.

É um potente antioxidante

As catequinas presentes na folha do chá verde têm o poder de combater os radicais livres do organismo humano. Por este motivo, a bebida age na prevenção, bem como tratamento de doenças crônicas, tais como o câncer, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. Além do mais, o chá verde ajuda no antienvelhecimento da pele. Alguns especialistas estimam que o poder antioxidante desses nutrientes seja maior do que a vitamina C ou E.

Outro estudo feito na China revelou que mulheres que ingerem o chá verde tem menor risco de contrair câncer de mama.

Chá verde melhora o humor

O chá verde também apresenta quantidade significativa de um aminoácido que é exclusivo da planta. Conhecido como L-Teanina, quando colocado no organismo humano, ele vai diretamente para as células cerebrais, aumentando a produção de serotonina e dopamina.

Esses dois neurotransmissores estão atrelados à sensação de bem-estar e ânimo.

Além do mais, os flavonoides modulam a noradrenalina, hormônio está relacionado com a ansiedade. Dessa maneira, a vitamina C, presente no chá mesmo que em poucas quantidades, age no combate do hormônio cortisol, que sempre é produzido no corpo em ocasiões de estresse e está envolvida na produção da serotonina.

Ainda assim, o chá verde é capaz de aumentar a produção de ondas alfa no cérebro, o que eleva a sensação de relaxamento, de acordo com uma pesquisa feita no Japão em 2005.

Cognição protegida

Ainda não é totalmente comprovado, mas algumas pesquisas demonstraram que a ingestão de chá verde pode diminuir a incidência de doenças relacionadas ao declínio da mente, tais como o Alzheimer, por exemplo.

Outro estudo publicado na Austrália revelou que a bebida verde protege o cérebro de possíveis demências, pois os compostos polifenóis do chá podem ter propriedades neuroprotetoras, especialmente contra o peróxido de hidrogênio e a proteína beta-amiloide.

Como tomar chá verde

Especialistas recomendam consumir entre três a quatro xícaras por dia, enquanto outros indicam até seis. Entretanto, o ideal é não ultrapassar os 600 ml, para que efeitos colaterais não sejam aparentes (falaremos dos efeitos logo abaixo).

A vantagem de seguir essa quantidade está ligada à redução da diurese excessiva provocada pela ingestão do chá verde.

Riscos do chá verde

Quando consumido grandes quantidades, o chá verde pode sim fazer mal à saúde. O excesso de cafeína pode causar insônia, embora haja efeitos calmantes do chá, e também levar às crises de gastrite, por aumentar a secreção gástrica.

Ultrapassar a ingestão recomendada de 600 ml também pode reduzir a absorção de diversos nutrientes, como o cálcio e ferro, sendo que a ausência do primeiro é perigosa para mulheres durante a menopausa.

Chá verde contraindicações

Gestantes e lactantes devem evitar o consumo de chá verde, uma vez que ele pode diminuir o fluxo da corrente sanguínea para a placenta, inviabilizando o desenvolvimento do feto.

Indivíduos com hipertireoidismo também precisam evitar o chá verde, já que elas estão mais propensas à aceleração das taxas do metabolismo, devido a maior produção de hormônios da tireoide.

Ainda assim, também é contraindicado a para pessoas hipertensas, e com glaucoma e irritações gástricas.

O chá verde também pode interferir na eficácia de medicamentosas com remédios que estimulam o sistema nervoso simpático, neste caso, ele não é indicado para quem os ingere.

Para começar a fazer uso do chá verde, recomenda-se consultar o médico antes de iniciar a tomada da bebida.

Como consumir o chá verde

O chá verde pode ser facilmente encontrado em formato de pó, bem como sachês ou pílulas. Porém, recomenda-se utilizar o chá verde em sua forma mais natural, ou seja, em folhas secas postas na água fervente até que o chá verde seja obtido.

Com isso, todos os nutrientes originais são preservados, o que potencializa os benefícios do chá.

Entretanto, é preciso tomar alguns cuidados ao preparar ochá verde em casa. Ao fazer a infusão é imprescindível não deixar a água ferver. Por isso, coloque a água no fogo e espere formar as primeiras bolhas. Posteriormente, acrescente duas colheres de sopa na água, desligue o fogo e deixe por cinco a dez minutos no vapor.

Para reduzir o efeito altamente estimulante, recomenda-se experimentar a segunda água do chá, descartando a primeira.

Depois de preparado, a bebida deve ser conservada em um recipiente de vidro na geladeira ou em garrafa térmica, para que as propriedades permaneçam intactas por 24 horas.

Agora é só beber! O que achou dessas novidades sobre o chá verde? Já experimentou a bebida? Conta pra nós!

O QC Saúde tem caráter totalmente informativo, não recomendamos que você faça nenhum tipo de procedimento ou uso de medicação sem antes consultar um médico especialista.

Nosso objetivo é publicar conteúdo de qualidade de forma simplificada, clique aqui e confira nossas fontes.

Deixe seu comentário