QC Saúde
filtro de agua

Importância e benefícios do filtro de água: Confira as melhores opções!

Sabe-se que a água possui grande importância, não apenas para o organismo dos seres humanos e tarefas diárias, como também para diferentes tipos de processos industriais e para a natureza. Neste contexto, é importante analisar o quão importante a qualidade da água é e principalmente, o papel dos filtros de água.

Os mais diversos tipos de filtros são capazes de reter e eliminar as impurezas da água, principalmente agentes que são nocivos para a saúde. Por essa razão, são imprescindíveis para a água consumida. No entanto, é preciso considerar que até chegar nas residências, edifícios e empreendimentos, há um longo caminho percorrido.

O início desse percurso pode ser ou não uma fonte contaminada e posteriormente, a água obtida passa por uma estação de tratamento, onde diferentes etapas visam reter grande parte das impurezas e é realizada a adição de elementos capazes de purificá-la ainda mais.

Benefícios do filtro de água

Os benefícios dos filtros de água, naturalmente, estão fortemente relacionados com a capacidade de reter impurezas, afinal, dessa forma é possível evitar uma série de problemas de saúde, devido a presença de parasitas, bactérias, entre outros agentes nocivos que são capazes de causar diarreia, náuseas, vômito, fadiga, entre outros problemas de saúde que podem ser mais sérios.

Diversas doenças podem ser causadas por transmissão hídrica, em especial, em locais que apresentam um saneamento básico deficiente  ou com água contaminada devido a outros motivos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dessas enfermidades têm como sintoma a diarréia aguda.

filtro de agua

Grande parte das doenças apresenta um alto potencial para disseminação, em especial, com transmissão de pessoa para pessoa. Algumas das enfermidades relacionadas ao consumo de água inapropriada para consumo são:

Febre tifóide

Essa é uma enfermidade bacteriana aguda, originada da Salmonella enterica sorotipo Typhi. Os principais sintomas além da febre, são a falta de apetite, mal-estar generalizado, dores de cabeça, aumento do volume do baço e tosse seca. É fundamental que o tratamento seja realizado de forma adequada, que normalmente envolve o uso de reidratação e antibióticos.

Cólera

As manifestações clínicas da cólera pode ser variada, porém, é comum que as pessoas apresentem diarreia leve ou nenhum indício. Da mesma forma que há formas mais graves, em que existe a presença de dor abdominal, cãibras, diarreia aquosa e vômitos. A enfermidade é causada pela bactéria Vibrio cholerae toxigênico, integrante dos sorogrupos O1 e O139.

Quando não tratada, o portador pode ter graves complicações e ir a óbito. Algumas das manifestações mais graves envolvem desidratação intensa, que dá origem a outros problemas, como o comprometimento progressivo da função renal, circulação, balanço hidroeletrolítico e com o passar do tempo, todo o organismo vai sendo comprometido.

Hepatite A

É considerada uma doença silenciosa e contagiosa, a transmissão ocorre por meio de alimentos ou água contaminados pelo vírus A (HAV). Normalmente os indícios são notados após 15 a 50 dias da infecção, porém, quanto mais cedo o diagnóstico, assim como ocorre com diversas doenças, maiores são as chances de reversão do quadro.

É importante se ater ao fato que na maioria dos casos, a doença se apresenta com caráter benigno, com grandes chances de cura total. No entanto, complicações podem surgir, como a insuficiência hepática aguda, que é fumante em torno de 1% dos quadros.

Além dessas possibilidades, também há chances de ocorrerem doenças diarreicas agudas de etiologias diversas virais, parasitárias e bacterianas, tais como:

  • Escherichia;
  • Shigella;
  • Cyclospora;
  • Rotavírus;
  • Giárdia;
  • Cyclospora.

Para se prevenir das condições apresentadas, além de utilizar o filtro de água, é recomendado tomar algumas medidas, por exemplo, sempre lavar bem as mãos e alimentos, além de cozinhá-los adequadamente. Em áreas com condições precárias de saneamento e acesso extremamente escasso a água, é preciso redobrar os cuidados.

Tipos de filtro de água

Hoje em dia, diversos tipos de filtros podem ser encontrados no mercado, o que possibilita que as mais diferentes necessidades dos consumidores sejam atendidas. Afinal, há situações totalmente distintas, principalmente no que diz respeito a exigências de instalação e fornecimento da água. A seguir, confira os principais tipos de filtros de água:

filto de água purificador

Os purificadores possuem uma bomba que junto com a pressão sobre a água e elementos filtrantes barram qualquer granulo. Eles ficam encaixados no encanamento ou na torneira.

Filtro de barro

Os filtros de barro costumam não ter tanta eficácia em impedir a passagem dos grânulos pequenos, esse fator ocorre devido a grossura da vela de cerâmica utilizada. Este tipo de filtro tem como base a gravidade.

Filtro de torneira

Este filtro, de preço mais acessível, é embutido na torneira e seu funcionamento é através da pressão que é exercida sobre a água. É importante que a filtração ocorra de forma natural, pois quando o registro é aberto, a pressão da água acaba impulsionando as impurezas que eventualmente podem passar e contaminar a água.

Ozonizadores

São modelos que conforme o próprio nome já indica, servem para purificar a água por meio do ozônio. No entanto, é preciso tempo de contato, o que significa deixar o gás borbulhando dentro do líquido por cerca de 10 a 15 minutos.

Há profissionais que apontam que a passagem a água por esse tipo de filtro é muito rápida e por esse motivo, indicam que falham no tempo de exposição.

Como escolher um filtro de água?

Entre tantas opções de filtros, o consumidor pode encontrar dificuldades no momento de escolher o filtro ideal. No entanto, é preciso considerar que o filtro mais eficaz não realiza apenas a remoção de sujeiras, como também promove a purificação da água. Dessa maneira, é possível obter uma água de melhor qualidade.

Além disso, a forma de fornecimento também deve ser analisada, pois locais com fornecimento de poços artesianos ou com água que apresentam cheiro forte de cloro podem exigir aparelhos mais eficazes para assegurar a qualidade.

Ainda mais, no momento da aquisição, é importante observar se o aparelho possui o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). É uma forma de ter mais tranquilidade de que o produto atende as normas vigentes de segurança e qualidade requisitadas para o comércio.

O QC Saúde tem caráter totalmente informativo, não recomendamos que você faça nenhum tipo de procedimento ou uso de medicação sem antes consultar um médico especialista.

Nosso objetivo é publicar conteúdo de qualidade de forma simplificada, clique aqui e confira nossas fontes.

Deixe seu comentário