QC Saúde
Jambu: Planta afrodisíaca e com poder analgésico

Jambu: Planta afrodisíaca e com poder analgésico

Com a crescente onda de produtos e alimentos com alto índice de agrotóxicos e outras propriedades químicas, o brasileiro se vê obrigado a procurar alimentos cada vez mais orgânicos e de origem natural. O Jambu, por sua vez, é uma planta que conta com uma boa quantia de propriedades medicinais, que aliviam dores e incômodos musculares, pois possui um poderoso efeito analgésico. Além disso, a herbácea atua de maneira positiva para a saúde e acaba sendo uma boa alternativa a quem anseia por equilíbrio e mais nutrientes na dieta.

Por conta disso, reunimos tudo o que você precisa saber sobre o jambu e como incluí-lo no seu dia-a-dia. É só passar para os próximos tópicos.

O que é Jambu?

É fácil encontrar um pé de jambu em algumas regiões do nordeste brasileiro, como Amazonas, Acre e Rondônia, inclusive, essa planta é típica dessas áreas, mas pode ser encontrada também em todo o sudoeste asiático, como nas ilhas Madagascar e Mascarenhas.

Aqui na América do Sul, o jambu também pode ser chamado de abecedária, agrião do Brasil, agrião bravo, jabuaçú ou jamaburana. Vale frisar que o jambu tem o sabor picante, parecido com o da mostarda. Ela não possui aroma muito forte e pertence á família das ervas tenras e é suculenta.

Seu nome científico é Spilanthes acmella e o local ideal para plantio seria em lugares úmidos, com terra fofa. O jambu possui três dois tipos de folhas, sendo elas ovais, brancas e pequenas. A planta pode chegar até no máximo 40 cm de altura e pertence à família Asteracea.

jambu

Propriedades medicinais jambu

As propriedades medicinais da planta do jambu são utilizadas para fins de cura há centenas de anos. O extrato da harbácea possui agentes aromatizantes utilizados em muitos lugares do mundo todo, principalmente na China.

O óleo extraído da folha de jambu é rico em vitamina C, uma das mais importantes vitaminas para o fortalecimento do sistema imunológico, uma vez que evita gripes, resfriados e infecções.

Além disso, o jambu é muito utilizado na medicina alternativa, por meio de infusão. As folhas são colocadas em água fervente e utilizadas no tratamento de dispepsia, infecções na garganta e malária. Há relatos que este “remédio” também é capaz de curar a gagueira, estomatite e dor de dente.

A composição química do jambu conta com flavonoides, lactonas de sesquiterpeno, esteróis e amidas, grandes aliados no processo analgésico, uma vez que é suficiente mastigar a folha da planta para sentir formigamento e dormência em toda a região da boca.

Benefícios do jambu

Agora que você conhece um pouco mais sobre o jambu e suas propriedades medicinais, que tal conhecer os vários benefícios que essa planta pode oferecer para a nossa saúde? Acompanhe:

Ação antioxidante

O primeiro benefício da lista do jambu serve para ajudar na luta contra radicais livres, responsáveis por doenças cardiovasculares e degenerativas. A ação antioxidante presente nessa planta auxilia no combate ao câncer, aterosclerose e doenças pulmonares.

Poder analgésico

Por ser considerada uma planta medicinal, essa erva é indicada para aliviar dores nos dentes e desconfortos musculares. Além do mais, também é possível usar o jambu para tratar gengivite, herpes, problemas na boca e tosse.

Efeitos afrodisíacos

Muitos alimento e produtos naturais têm efeitos afrodisíacos, como é o caso do jambu. Resumindo, ao consumir a planta do jambu como alimento ou em forma de chá, resulta no aumento do desejo sexual. Se você pretende organizar uma noite especial, o chá de jambu é uma boa alternativa para apimentar as coisas.

Cabe destacar que o consumo de jambu, tanto como alimento ou bebida, no caso do chá, aumenta o índice de testosterona, principal hormônio masculino. Atrelada à sexualidade, a testosterona também age no processo de ganho muscular, reprodutividade e á densidade óssea.

Rico em vitamina C

O jambu pode ser consumido fresco em saladas, refogados e pratos típicos, como o tacacá. No entanto, o óleo extraído das folhas da herbácea é onde fica concentrada grande parte da vitamina C. Esta vitamina apresenta benefícios para o sistema imunológico, peles, cabelos, olhos, unhas e auxilia no ganho de massa magra, o que a torna uma das principais aliadas para praticantes de musculação.

Dieta com jambu

Assim como foi mencionado em alguns pontos deste artigo, o jambu pode ser consumido como alimento fresco, utilizado como óleo ou preparado como um poderoso chá.

Veja as principais maneiras de consumir a planta:

Chá de jambu

Siga as etapas seguintes para preparar um delicioso chá de jambu:

Ingredientes:

  • 10 gramas das folhas de jambu;
  • 500 ml de água.

Modo de preparo:

Ferva os 500 ml de água e coloque as folhas de jambu e deixe descansar por 10 minutos. Lembre-se de deixar a água atingir o ponto de fervura, pois é ideal para extrair todas as propriedades da planta medicinal. Posteriormente, coe o chá e beba até três xícaras por dia, assim como recomendam os naturistas.

Salada de jambu

As folhas frescas do jambu podem ser utilizadas no preparo de uma salada. Além do mais, a cada 100 gramas da planta são encontradas apenas 100 calorias, o que a torna aliada de dietas e processos emagrecedores.

Confira como preparar a salada de jambu:

Ingredientes:

  • Folhas de jambu frescas:
  • Azeite de oliva extravirgem;
  • Limão ou vinagre;
  • Sal (a gosto).

Modo de preparo:

Lave as folhas de jambu e coloque-as em um recipiente. Tempere com limão ou vinagre, azeite de oliva extravirgem e salpique o sal por cima. Mexa até que todas as folhas estejam temperadas. Pronto! Já pode saborear a sua salada de jambu. Se preferir, faça um mix de folhas e adicione o tempero que quiser, a criatividade é a sua amiga na hora do preparo.

Onde encontrar jambu

A planta pode ser encontrada em supermercados, feiras e lojas de produtos naturais. Geralmente,  o óleo de jambu ou até mesmo as suas folhas secas podem ser comprados em mercados municipais ou achados em sites especializados, na internet.

Contraindicações jambu

O consumo de jambu não é recomendado para gestantes. Antes de usar qualquer variação da planta para fins medicinais, procure um médico especialista.

O QC Saúde tem caráter totalmente informativo, não recomendamos que você faça nenhum tipo de procedimento ou uso de medicação sem antes consultar um médico especialista.

Nosso objetivo é publicar conteúdo de qualidade de forma simplificada, clique aqui e confira nossas fontes.

Deixe seu comentário