QC Saúde

Benefícios e para que serve a Moringa Oleifera

Nos últimos anos, a Moringa Oleifera ganhou notoriedade por seus benefícios. Há muito tempo plantas são usadas para fins medicinais, mas de acordo com o que será apresentado ao longo desse texto, suas vantagens vão além. Meios naturais são capazes de apresentar grandes surpresas no que diz respeito às formas de utilização e se engana quem pensa que o uso de plantas está no passado.

Essa é uma planta também utilizada para lidar com a desnutrição em países com baixas condições de vida. Confira a seguir mais aspectos em torno da planta, o que é, forma de uso e benefícios!

O que é Moringa Oleifera?

Pertencente à família das moringas, a espécie Moringa oleifera é originária do norte da Índia. Embora algumas controvérsias possam surgir em torno de sua origem, a asiática é a mais reforçada como verdadeira. Atualmente, ela está presente em diversos países tropicais e subtropicais. Ao se tratar da América Latina, é uma planta muito cultivada na Argentina, Paraguai, Cuba e na República Dominicana.

Em outras regiões e até mesmo no Brasil, a planta recebe outros nomes, alguns relacionados à própria cultura local, já outros dados de forma equivocada. Alguns deles são acácia branca, quiabo-de-quina e moringueiro.

Moringa Oleifera para que serve?

Acredita-se que basicamente todas as áreas da moringa podem ser utilizadas para fins medicinais e também para a nutrição. Veja a seguir algumas dessas principais maneiras de aproveitar a planta:

Flores

As flores podem ser utilizadas para o preparo de chás. Para fazer a bebida, também possível usar a planta seca. É uma bebida nutritiva, capaz de contribuir principalmente para quadros de gripes e resfriados.

Outra opção para o uso das flores, é consumi-las em sucos ou vitaminas, misturando com frutas nutritivas como mamão, melão, abacaxi, entre outras.

Folhas

Tanto as folhas, como os talos, podem ser utilizados para o preparo de farinha, que por sua vez, pode compor diversos alimentos, como pães e bolos. Outra opção é cozinhá-las ou usá-las na forma de tempero.

Ervilhas/Sementes

Aponta-se que as sementes da planta podem servir como ervilha, sendo cozidas, apresentado um alto valor nutritivo.  Além disso, podem contribuir para tratamentos de problemas circulatórios.

Vagens

As vagens mais jovens da moringa oleifera podem ser cozidas e implementadas no cardápio. Alguns apontam que o gosto é semelhante ao de aspargos.

Formas de consumir Moringa

Cápsulas

Aponta-se que as cápsulas de moringa, vendidas em lojas de produtos naturais, entre outras, são elaboradas a partir do pó das folhas. Além de capsulas, é possível encontrar também o extrato de moringa, que geralmente é extraído das raízes e das casas da planta.

Medicação

Os medicamentos derivados da moringa oleifera possuem propriedades antibióticas, que servem, por exemplo, contra pressão baixa e parasitas tripanossomas.

Naturalmente, é indispensável citar que a automedicação deve ser evitada, por mais que leia sobre benefícios e ação de determinado medicamento, não se esqueça de que a substância e dose erradas podem agravar o problema e até se tornarem fatais.

Benefícios da Moringa Oleifera

As propriedades que compõem a Moringa oleifera chamam atenção pela riqueza em proteínas, minerais, vitaminas C, A e B, entre outras que resultam em diversas vantagens, tais como:

Antioxidantes naturais

Entre as propriedades da planta, é possível encontrar doses altas de metionina e cistina, que são aminoácidos que atuam como antioxidantes naturais para o organismo. Os antioxidantes são importantes principalmente para combater a ação dos radicais livres, que são os principais causadores do envelhecimento cutâneo precoce.

Propriedades altamente nutritivas

Aponta-se que esse tipo de moringa possua mais vitaminas, em doses surpreendentes, do que alimentos presentes no dia a dia, por exemplo, mais vitamina A que a cenoura, mais cálcio que o leite de vaca, mais potássio do que a banana e mais ferro que o espinafre.

Naturalmente, quando se trata de nutrição a origem (vegetal ou animal), também importa, por isso que ao buscar opções diferentes para o seu cardápio, é importante consultar um médico especializado, como um nutricionista.

Contribui com os níveis do colesterol e açúcar no sangue

As propriedades desse tipo de moringa auxiliam no maior controle dos níveis de colesterol e açúcar no sangue, lembrando que quando estão desequilibrados, esses níveis são as grandes portas de entrada para diversas doenças, incluindo, as cardiovasculares.

Pode ser usada para complementar tratamentos

Os fitoquímicos presentes na planta são favoráveis para prevenir e tratar de maneira complementar doenças crônicas e inflamações, pois são substâncias que podem fazer a diferença em diversos casos quando são aliadas a um tratamento adequado.

Purificação da água

Essa capacidade ainda é muito estudada, pesquisas apontam que as sementes são capazes de remover 99% das impurezas da água. Acredita-se que essa característica de decantar esteja ligada ao potencial de atrair os fluídos para o fundo, deixando a água mais limpa e consequentemente, mais transparente.

Riscos da Moringa Oleifera

Assim como em diversos outros casos, o exagero pode fazer com que os efeitos positivos sejam perdidos, principalmente por causa da potência das propriedades dessa planta. Tenha cautela, pois não é diferente com a moringa, afinal, o consumo excessivo é capaz de trazer complicações, tais como:

Acidez;

Lesões no fígado;

Glóbulos vermelhos em excesso;

Cálculos renais.

Perda do sono.

Conforme foi visto neste texto, a Moringa oleifera, de fato, tem fundamentos em pesquisas e diversos estudos sendo realizados em torno do que pode oferecer. Em todo o mundo, há uma rica diversidade de plantas que apresentam vantagens para a saúde. Muitas tradições medicinais que consistem no uso de plantas como essa são passadas de geração em geração. É importante não negligenciar o valor que possuem, pois espécies variadas possuem propriedades ricamente nutritivas e poderosas para as pessoas.

Dessa forma, cada vez mais benefícios e formas de utilização são encontrados e desenvolvidos. Neste contexto, é preciso levar em conta que por mais que tenham benefícios, é necessário que sempre exista o cuidado com exageros, automedicação e a falta de orientação médica. Esteja atento à forma de preparo e ao consumo, para que você consiga aproveitar seus benefícios ao mesmo tempo em que cuida da sua saúde.

Deixe seu comentário